Pages

sábado, 24 de junho de 2017

Leilão venderá R$ 16,8 milhões em bens de usina falida de Alagoas

A Justiça de Alagoas vai iniciar o leilão de R$ 16,8 milhões em bens da Massa Falida da Usina Laginha Agroindustrial S/A, no dia 26 de julho. O terreno e o imóvel da sede do escritório da Laginha, no litoral de Jacarecica, em Maceió, fazem parte do o item com maior valor de avaliação, fixado em R$ 15.720.000,00, de acordo com o edital publicado pela 1ª Vara de Coruripe no Diário da Justiça, da última terça-feira (20).
Além da sede da Laginha, serão levados à venda os seguintes bens, do montante que totaliza R$ 16,8 milhões em recursos que serão destinados ao pagamento da dívida de cerca de R$ 2 bilhões a quase 40 mil credores de Alagoas e de Minas Gerais: um apartamento situado na rua Cláudio Ramos, nº 331, no bairro Ponta Verde, avaliado em R$ 650.000,00; uma sala e uma garagem no edifício “Avenue Center”, no Centro de Maceió, com valor total de avaliação de R$ 145 mil; e uma aeronave modelo EMB-820C Carajá, ano 1985, avaliada em R$ 340.500,00.
Os lances poderão ser ofertados pela internet, no site da Superbid (www.superbidjudicial.com.br). Ou de viva voz, na Av. Eng. Luís Carlos Berrini, nº 105, 4º andar, bairro Vila Olímpia, São Paulo-SP. O leilão será conduzido pelos leiloeiros Renato Schlobach Moysés e Osman Sobral e Silva, matriculados nas Juntas Comerciais de São Paulo e de Alagoas, respectivamente.
O 1º pregão começará às 14h de 26 de julho, e se estende até 4 de agosto, no mesmo horário. Caso os lances ofertados não atinjam o valor da avaliação dos imóveis, no 1º pregão, o leilão terá continuidade até as 14h do dia 14 de agosto (2º pregão).
Após uma inércia de mais de oito anos da Justiça, com cinco trocas de juízes e a interferência ilegal dos filhos do industrial e ex-deputado federal João Lyra (PTB-AL), o processo da Massa Falida da Laginha está sendo conduzido pelos juízes Leandro de Castro Folly, Phillippe Melo Alcântara Falcão e José Eduardo Nobre Carlos. O processo tramita sob o nº 0000707-30.2008.8.02.0042.
Em 28 de abril deste ano, de tanto ter sido adiado, o leilão das usinas mineiras Triálcool e Vale do Paranaíba, foi esvaziado. A expectativa é grande para que as usinas sejam vendidas, porque elas renderiam R$ 400 milhões aos credores que esperam durante anos as quitações de dívidas, principalmente com trabalhadores e fornecedores de cana. (Com informações do TJ de Alagoas)
Fonte: A Notícia

6 dicas para ser um bom estudante

Melhorar os seus hábitos de estudo, a sua motivação e a sua capacidade de organização são algumas das atitudes para conseguir melhor rendimento escolar. Conheça seis dicas para ser um bom estudante.

Ter notas altas não deve ser a única motivação de quem estuda. Manter bons hábitos na fase escolar é o primeiro passo para quem quer construir uma carreira profissional de sucesso. Melhorar os seus hábitos de estudo, de motivação e a sua capacidade de organização são algumas das atitudes que podem ajudá-lo a ter melhor rendimento escolar. Veja as dicas:
Leia a seguir as 6 dicas para ser um bom estudante:

1. NÚMERO DE COMPROMISSOS E ATIVIDADES

Os estudos devem ser a sua prioridade. Se os outros compromissos e atividades se atravessam no caminho do seu rendimento escolar, então as suas prioridades estão invertidas. Não deixe que matérias, trabalhos e os testes fiquem para trás por coisas menos importantes.

2. CRIE UM PLANO DE ESTUDOS

Esta dica é válida para qualquer tipo de aluno, não só para os mais desorganizados. Deve elaborar um plano de estudos e guiar-se por ele, para que todas as coisas sejam feitas dentro do prazo e as matérias que exigem mais atenção possam ser estudadas com profundidade, sem prejudicar as notas das outras disciplinas.

3. SISTEMA DE RECOMPENSAS

Crie um sistema de recompensas e partilhe com um colega ou responsável. Quando faltar com alguma responsabilidade como, por exemplo, não cumprir um prazo, sofre algum tipo de penalização. Da mesma forma, quando atingir determinada meta, ganha uma recompensa.

4. TEMPO DE ESTUDO

O seu tempo de estudo deve ser determinado e específico. Não deve marcar nada para essa hora do dia, que deve ser fixa, para que as pessoas com quem convive saibam que não é hora de ser interrompido.

5. PROCURE AJUDA

Se está com dificuldades em certa matéria ou não está a atingir o mínimo exigido, procure conversar com alguém que o possa ajudar, como professores e orientadores pedagógicos. Eles podem apontar possíveis problemas e ajudá-lo a encontrar a solução.

6. LEITURA EXTRA

Esta dica é válida principalmente para estudantes universitários. Leituras e outras atividades extracurriculares podem ajudá-lo a completar o curso com excelência e podem servir como crédito de horas obrigatórias.

quinta-feira, 22 de junho de 2017

Professor em sala de aula Atualmente...

Comerciantes da Serra da Barriga reclamam que falta de acesso prejudica turismo

Estrada de acesso a Serra da Barriga está praticamento intransitável devido às chuvas


Após cerca de um mês e meio de intensas chuvas, o turismo cultura da Serra da Barriga, em União dos Palmares, se encontra prejudicado devido às condições instáveis da estrada de acesso. Moradores e empresários da localidade reclamam, nesta quinta-feira (22), enquanto buscam alternativas para manter o negócio.
Com buracos, muita lama e galhos de árvores que atrapalham o trajeto, uma das mais conhecidas moradoras do lugar, Mãe Neide Oyá D’Oxum, fundadora e dirigente do Grupo União Espírita Santa Bárbara (Guesb) em Maceió, que possui um restaurante especializado em comida Afro, disse que o prejuízo só não é maior porque o estabelecimento dela trabalha com agendamento. “Quando chove, realmente ninguém sobe. Aguardamos o projeto de construção do asfalto que já foi licitado pelo Governo do Estado e que pode melhorar nossa condição”, disse.
Empresas de turismo inclusive chegaram a suspender alguns dessas excursões. A situação atinge ainda um hotel localizado em União dos Palmares e que comumente organiza passeios à Serra da Barriga. De acordo com um funcionário, que não quis se identificar, até o momento os ônibus de turismo estão suspensos por conta das chuvas. “Não posso falar muito, mas não está subindo nada para a Serra da Barriga”, garante o funcionário.
Para saber mais detalhes sobre a situação do turismo na região, a equipe de reportagem do Alagoas 24 horas entrou em contato com a Secretaria Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sedetur). De acordo com a assessoria de comunicação, a expectativa é que as obras das vias de acesso sejam inauguradas no dia 20 de novembro, durantes as comemorações do Dia da Consciência Negra e aos 200 anos de Emancipação Política de Alagoas. Até lá, não há muito o que possa ser feito.
“O Governo do Estado tem trabalhado em diversas frentes para fomentar o segmento do Turismo em Alagoas, e a região dos Quilombos faz parte de um dos territórios mais ricos do Estado. Para potencializar este produto, o Departamento Estadual de Rodovias (DER), através de uma articulação da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sedetur), vai realizar a pavimentação do acesso à Serra da Barriga com a extensão de 8 km. A via já se encontra em processo licitatório e deverá fomentar o turismo da região, impulsionando as vendas dos comerciantes e facilitando o deslocamento dos moradores”, afirma o superintendente de Turismo da Sedetur, Paulo Kugelmas.
Patrimônio cultural do Mercosul
Ainda em maio deste ano, a Serra da Barriga foi proclamada Patrimônio Cultural do Mercosul. A escolha foi realizada durante a XIV Reunión de La Comisión de Patrimonio Cultural do Mercosul Cultural, onde teve candidaturas de sítios de cultura africana vindas da Colômbia, Venezuela e Equador.
A candidatura foi encaminhada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) com apoio da Fundação Cultural Palmares e da Secretaria de Estado da Cultura de Alagoas (Secult).
Serra da Barriga
A Serra da Barriga localizada no município de União dos Palmares, Zona da Mata do Estado de Alagoas, é bem tombado pelo Iphan desde 1986 e monumento nacional desde 1988. O local é sagrado e de representatividade para o povo negro, onde foi criado o maior foco de resistência escrava do Brasil, o Quilombo dos Palmares.
Fonte: Alagoas 24 Horas

Profissão educador: o que você precisa para ser um bom professor?

Interesses e aptidões ligados ao setor, possibilidade de crescimento, estabilidade e bom salário. As motivações por trás da escolha de uma profissão podem ser muitas, assim como as opções são inúmeras: engenheiro, advogado, dentista, médico, professor.
Quando falamos da área da educação, essa lista se expande e ganha novos contornos. O que leva alguém a se tornar professor? Realizar um sonho, vontade de compartilhar conhecimento, transformar a vida de outra pessoa, contribuir com a construção de um mundo melhor… Parecem boas razões, não?!

Mas a gente sabe que não basta um diploma debaixo do braço para se dar bem na carreira. Além de conhecimento, o que é preciso para ser um bom profissional? Duas professoras nos dão ótimas dicas.

Características importantes de um bom professor:

  • Compromisso com a formação do aluno
  • Profundo domínio do assunto das aulas
  • Boa comunicação
  • Facilidade de se relacionar com outras pessoas
  • Criatividade
  • Paciência
  • Mais um pouco de paciência
  • Além, claro, de amor à educação
Você precisa estar preparado para:

  • Planejar o processo de ensino-aprendizagem
  • Selecionar e preparar o conteúdo da disciplina
  • Manter-se atualizado sobre metodologias de ensino
  • Acompanhar avanços tecnológicos
Novos caminhos na área da educação

O mercado de trabalho hoje vai além das oportunidades na educação formal mais tradicional. Com a expansão de cursos EAD, por exemplo, ganha destaque o papel do tutor – um professor que atua como mediador e orienta o aluno a distância. Outras possibilidades são cursos de formação continuada, extensão universitária, programas de treinamento em empresas e cursos abertos com conteúdos desenvolvidos pelo próprio professor.

Fica aqui o reconhecimento e a gratidão a quem, com seu trabalho, contribui para a formação de melhores profissionais e cidadãos.

FONTE: IGUATU.NET

sábado, 17 de junho de 2017

Carroçada Junina marca festejos de alunos da rede estadual de União dos Palmares

Com o intuito de resgatar as tradições dos festejos juninos, estudantes da Escola Estadual Rocha Cavalcanti, em União dos Palmares, realizam, nesta sexta-feira (16), a II Carroçada Junina, um concurso da carroça mais enfeitada e a turma mais animada. Ao todo, quatorze turmas com carroças caracterizadas desfilaram pelas principais ruas do município, atraindo a atenção dos moradores.

Tinha carroça para todos os gostos: Pagode Russo, Coco de Roda, Carroceiros do Arrocha, O ChicoteEestrala, Arrasta a Chinela, Nosso Arraiá do Tempo, Carimbo, Arrasta Pé, Simpatias de São João, entre outras.

De acordo com a diretora da unidade, Sandra Vitorino, o projeto foi desenvolvido de forma interdisciplinar, com construção de textos, cordéis, estudo dos principais folguedos e apresentações musicais com forrós tradicionais. "Trabalhamos o tema desde o início do mês e nos preparamos para este momento festivo, utilizando uma linguagem atrativa para eles, com apoio dos pais e de toda a comunidade", explica Sandra Vitorino.

Ex-estudante da escola, nascida e criada em União dos Palmares, dona Elza Lopes de Oliveira fez questão de prestigiar o desfile. “É a coisa mais linda do mundo. Pena que na minha época não tínhamos festa assim", revela a ex-estudante.

Caracterizada como Rainha do Milho, a professora Renata Maria da Conceição foi responsável pela orientação do 2º ano D, e trouxe como tema a quadrilha junina tradicional. "A turma é pequena, com 12 alunos, mas todos animados e caracterizados com os principais personagens da quadrilha", explica Renata. 

A programação foi encerrada com um grande forró na própria escola, marcando também o início do recesso escolar.

Fonte: Agência Alagoas