Pages

sexta-feira, 17 de abril de 2015

Leilão de usinas de João Lyra permanece indefinido

Trabalhadores esperam receber direitos; sindicato denuncia situação de miséria

Após 25 anos de trabalhos prestados à Laginha Agroindustrial S/A, o ex-diretor de produção Luiz Henrique Cunha agora dedica parte de seu tempo para cobrar da Justiça os direitos dos funcionários demitidos por motivo de falência do grupo de João Lyra. E os números são milionários.Segundo estimativa do Comitê de Credores da Massa Falida, os trabalhadores devem receber uma quantia em torno de R$ 130 milhões. Há casos de funcionários que podem receber de R$ 100 mil a R$ 800 mil.

“São aproximadamente 13 mil famílias que precisam desse dinheiro. Com a crise do setor usineiro que assola o país, muitos não conseguem mais trabalho e estão parados”, declarou.Depois da demissão, Cunha foi um dos que ficou sem rescisão, indenização e nem seguro. Sem contar que ainda descobriu que a empresa não depositava o INSS corretamente desde 2007.

 “Conheço gente que tem 30 anos de empresa e ficou no prejuízo. Todos nós aguardamos uma solução”.No entanto, a espera pode ainda se prolongar. No mês passado, o juiz da Comarca de Coruripe, Mauro Baldini, suspendeu a venda das indústrias da Laginha. Datado no dia 5 de março, o documento explica que a decisão foi tomada por causa de um pedido de suspeição contra o magistrado feito pela defesa de Lyra.

A alegação por parte dos advogados é de que Baldini teria beneficiado os credores e prejudicado o grupo empresarial. A denominada “suspeição” impede juízes, promotores, advogados, ou qualquer outro auxiliar da justiça, de funcionar em processo, no caso de haver dúvida quanto à imparcialidade e independência.Conforme informado ao EXTRA Alagoas, o Tribunal de Justiça do Estado (TJ/AL) ainda não analisou o caso de suspeição e a venda dos ativos, que tinha a finalidade de somar dinheiro para pagar aos credores do grupo empresarial, ainda está paralisada.

“Até agora tudo está suspenso e não tem data para ocorrer o leilão”, disse Baldini à reportagem. Apesar da burocracia jurídica, o ex-diretor de produção Luiz Henrique Cunha destacou que até o momento não tem o que reclamar das ordens judiciais. “Sabemos que o processo é lento, mas também vi que o trabalho do juiz é bastante minucioso”, opinou.Enquanto isso, relatos de funcionários indignados não sobram no Sindicato dos Trabalhadores na Indústria do Açúcar no Estado de Alagoas (Stiaal).

“Muitos dos sindicalizados me contam histórias de miséria, que estão passando bastantes necessidades mesmo. A recolocação no mercado de trabalho está difícil e espero que a Justiça agilize o processo para quitar os débitos com a nossa classe trabalhadora”, declarou o presidente sindical Jackson de Lima Neto.

O Comitê da Massa Falida é formado por ex-funcionários, credores de bancos, credores quirografários (que não possuem garantias para recebimentos) e pequenas empresas.

O valor da dívida chega aos R$ 1,9 bi. Para isso, a determinação é de vender cinco usinas, localizadas em Alagoas e Minas Gerais, o escritório central da companhia, na capital, e um jato. As usinas Vale do Parnaíba e Triálcool, no Sudeste brasileiro, serão vendidas em bloco, por serem próximas uma da outra, por haver pouca terra da Massa Falida na região.

O processo de falência do Grupo João Lyra começou em 2008. Nove anos depois, foi decretada definitivamente pelo juiz Sóstenes Alex Costa de Andrade. Durante o trâmite processual, Lyra ficou impedido de entrar na usina Laginha por causa de denúncias de que o ex-deputado federal estaria ameaçando os funcionários a serviço dos gestores da Massa Falida da Laginha Agro Industrial.

BENS

A venda dos bens da massa falida do Grupo Laginha não é o suficiente para pagar dívidas milionárias a credores e ex-funcionários, reconhecidas pela Justiça em aproximadamente R$ 2,1 bilhões. Dos bens em questão, o de maior valor é a Usina Guaxuma, com valor global (sem cana) avaliado em R$ 864,1 milhões.O juiz Mauro Baldini determinou a realização de processo para venda de todos os ativos e que a venda fosse feita na modalidade de proposta fechada.

O documento apontou que “milhares de credores à míngua aguardando o recebimento de seus créditos, cidades com suas economias paralisadas [...], invasão das terras das usinas por diversos movimentos ‘sem terra’ e os incêndios nos canaviais”.

Em sua decisão, o magistrado afirmou que o sócio majoritário da Laginha foi intimado para participar da arrecadação dos bens em destaques, mas “ficou inerte, deixando de fiscalizar o ato”.Vão ficar de fora outros bens conhecidos de João Lyra que não foram avaliados porque não fazem parte da massa falida, como um avião e helicóptero que pertencem à Lug Táxi Aéreo, os da revendedora VW Mapel e imóveis particulares.

José Martins Especial para o EXTRA

É hoje


Mais Cícero Manoel no blog AQUI

quarta-feira, 1 de abril de 2015

Fazenda Anhumas e seus encantos!



A Fazenda Anhumas representa, historicamente, um sistema de vida familiar, econômico e cultural que ao longo dos tempos condicionaram a sociedade e vida de alagoanos. Antigo engenho, dá nome à um pássaro da região. 

Sua sede atual, espaçosa, tem traços arquitetônicos especiais da época áurea dos engenhos. Cômodos que dão acesso para um único jardim interno e detalhes da mobília trazida de Portugal em carro de boi pelo porto de Olinda.

Banheiro com uma enorme banheira e calha d’água para permitir água quente trazida de uma fornalha externa, grande modernidade para a época. Apesar de necessitar de algumas restaurações tem grande fachada, sótão e porão, fornalhas, e oitenta e quatro entradas, entre portas e janelas. 

A casa foi cenário do filme de Cacá Diégues , "Joana Francesa". 


Faça um passeio virtual pelo Parque Memorial Quilombo dos Palmares em União dos Palmares

Para compartilhar esse conteúdo, por favor utilize o link
Primeiro equipamento do gênero no País, o Parque Memorial Quilombo dos Palmares reconstitui o cenário de uma das mais importantes histórias de resistência à escravidão ocorridas no mundo: a história do Quilombo dos Palmares – o maior, mais duradouro e mais organizado refúgio de negros escravizados das Américas. Nele, reinou Zumbi dos Palmares, o herói negro assassinado em 20 de novembro de 1695, data em que se comemora o Dia Nacional da Consciência Negra.

Fruto de uma luta de mais de 25 anos do Movimento Negro brasileiro, o Memorial foi implantado em 2007 pelo Ministério da Cultura, por meio da Fundação Cultural Palmares,  no território original da longa e sangrenta batalha – a Serra da Barriga, para cujas matas milhares de negros escravizados rebelados fugiram durante o período de dominação holandesa. Para difundir este capítulo da história do Brasil, a Fundação Palmares preparou um passeio virtual pelo único parque temático cultural afro-brasileiro.

Veja AQUI

 ou as ferramentas oferecidas na página.

segunda-feira, 30 de março de 2015

Juventude realiza Blitz Missionária em União dos Palmares

A Juventude Missionária da Arquidiocese de Maceió realizou durante sábado (28) a Blitz Missionária em União dos Palmares, na zona da mata alagoana. A ação dos jovens aconteceu na feira livre e nos sinais de trânsito, levando às pessoas o tema da Campanha da Fraternidade.
Faltando apenas um dia para o início da Semana Santa, dezenas de jovens das cidades de União dos Palmares, Messias, Barra de Santo Antônio, Colônia Leopoldina e da capital, tomaram as ruas de União para evangelizar através de placas e gestos.
 
Com água, bacia e toalha nas mãos, os jovens abordaram as pessoas para lavar os seus pés, recordando o que Jesus fez com os discípulos, passagem do Evangelho que inspirou o lema da Campanha da Fraternidade 2015, “Eu vim para servir”. Já no trânsito, o sinal vermelho foi importante para os jovens, que, com os letreiros “Foi por você” e um gesto lembrando Cristo carregando a cruz, chamaram atenção de quem estava nos veículos ou atravessando a rua.

Os jovens visitantes foram acolhidos por famílias palmarinas e, em forma de agradecimento, retribuíram com a partilha do Evangelho. Também foram realizadas palestras no auditório da prefeitura sobre o tema da CF, Igreja e Sociedade, conduzidas pela missionária Tereza e pelo padre Clerinaldo.

De acordo com o coordenador arquidiocesano da Juventude Missionária, Fábio Rogério, essa nova forma de evangelizar tem dado certo e o movimento pretende realizar as ações em outras cidades. “É uma experiência muito positiva. A receptividade das pessoas nos motiva para que a Igreja esteja sempre em missão, em saída buscando promover o bem e a paz”, afirma ele.

A ação foi finalizada com apresentação teatral, leitura orante da Bíblia e com a Santa Missa, celebrada na Igreja Matriz de Santa Maria Madalena.

Campanha solidária realizada pelo Rotary Club de União dos Palmares



Aconteceu mais uma campanha solidária realizada pelo Rotary Club de União dos Palmares, o Hemocentro de Alagoas (HEMOAL) esteve na cidade para fazer a coleta de doação de sangue, além de cadastro para doadores de medula óssea. 

O presidente do Rotary Club Zumbi dos Palmares, Edvaldo Vieira, disse que nesta campanha, o envolvimento das instituições e comunidade ajudou muito para alcançarmos as metas. A igreja adventista, os desbravadores, os órgãos municipais, veículos de imprensa todos contribuíram para o sucesso do evento. 

Durante o dia foram oferecidos exames optométrico, cardiológico (eletrocardiograma) e consulta grátis com o Dr. Kleber Costa (médico cardiologista de Maceió) que veio participar da ação. Foram arrecadados roupinhas e fraldas descartáveis para a Campanha do Chá de Bebe Solidário, que serão distribuídos para as mamães do gêmeos e trigêmeos que nasceram em nossa cidade.

Houve ainda a apresentação do Grupo de Capoeira Mirim, Clube de Desbravadores Reino Celeste, além da presença da equipe de trabalho da Água de Cheiro e da Sala Verde Serrana dos Quilombos. Centenas de pessoas participaram da ação como doadores de medula óssea ou como doadores de sangue. 

A próxima ação social do Rotary já está marcada para mês de Agosto. A ex-governadora distrital do Rotary, Marli Ribeiro atual coordenadora de Imagem Publica do Rotary International esteve presente no evento e ficou encantada com o envolvimento da sociedade, das mulheres e dos jovens que estiveram durante todo o dia contribuindo com a realização da ação. 

“O Rotary é isso é agir no momento em que a sociedade precisa, com ações sociais, filantrópicas, econômicas, etc. É unir profissionais de todas as áreas e envolvê-los na comunidade de forma voluntaria, hoje estamos felizes pelo sucesso da campanha, vamos para nosso próximo projeto e assim pouco a pouco ir contribuindo para o engrandecimento de nossa comunidade”. Comentou o presidente eleito do Rotary, Clezivaldo Mizael. 

Luau Baobá na Serra da Barriga

Mais uma vez o BAOBÁ- Raízes e tradições convida você para o nosso primeiro grande evento! Dia 4 de abril (sábado de aleluia). À partir das 21:00hs. 

Aqui apresentamos a vocês duas de nossas atrações, a cantora alagoana Janaína Martins e também o cantor e compositor, Milton Souza. 

Venha para o nosso Luau, na subida da Serra da Barriga (União dos Palmares), Restaurante Baobá.

Nossos serviços contarão com música ao vivo, DJ, PALCO ABERTO e OPEN BAR até às 02:00hs AM. Sem contar do visual invejável. Tudo isso por apenas R$ 50,00! ISSO MESMO!!!! 

APENAS R$50,00. Não perca essa oportunidade, entre em contato conosco para conseguir seu ingresso.

OBS.: TEREMOS ÁREA PARA CAMPING!!!

CONTATOS: 9685 - 5480 ou 9983 - 8085

sexta-feira, 27 de março de 2015

Paixão de Cristo em União dos Palmares


Convidamos toda população para prestigiar a encenação da PAIXÃO DE CRISTO que ocorrerá nos dias 31/03 e 1º/04, às 19h30, na Avenida Dandara, no Conjunto Sagrada Família e na José Hortêncio de Souza – Bairro Roberto C. de Araújo, respectivamente.

Realização:

• Pastoral da Juventude do Meio Popular – PJMP;

• Projeto Arte Viva;

• Companhia de Teatro Life;

• JUFRA – Juventude Franciscana

• MEJ – Movimento Eucarístico Jovem;

Apoio:

• Bom Leite. Bom dia com Bom Leite;

• Programa Mesa Z da Rádio Zumbi FM;

• Escola Padre Donald;

• Escola Carlos Gomes de Barros;

• Comunidade Sagrada Família;

• Comunidade São Sebastião;

• Farmácia Santa Helena. Org. Dona Helena e Família - 3281-1093;

• Recanto das Carnes;

• Mercadinho Bom Preço – Org. Romildo Melo e Família;

• Casa de Construção Nossa Senhora Aparecida – Org. Benedito Simplício;

• E o Povo da Avenida Dandara e da Rua José Hortêncio de Souza.

Prestigie Este evento organizado pela Juventude Palmarina.