Pages

terça-feira, 17 de abril de 2018

-Oh! Meu rio Mundaú! Por Adílson Silva


-oh! Meu rio Mundaú! 

Tem muita história a contar!
Daqueles que em Ti banhavam
E outros que se aproveitavam
Das Águas que cortam a Cidade,
Das Areias e Dunas qual Mar!

- oh! Meu rio Mundaú!
Tu faz parte da nossa Cidade!
Das infâncias e toda mocidade
E a saudade que fazem Recordar.
Das pedras visíveis!
Onde lavavam Roupas,
Mulheres em grupos
Lavando suas louças,
Enquanto estavam
Reunidas a cantar,
Ou mesmo a chorar!

-oh! Meu rio Mundaú!
Quão forte são tuas correntezas
Tão escura são tuas profundezas
Teu percurso te levam ao mar!
As riquezas de sua grandeza
Fazem parte da sua natureza
Sinfonia das aves,
Nos ribeiros a cantar!

-oh! Meu rio Mundaú!
Ainda vejo em ti, expressiva beleza,
Mesmo em tempo de enchentes
Ou em clima de Secas,
Tua própria grandeza
Me faz bem Recordar!

Poema: As Margens do Mundaú Por Adílson Silva / Leia AQUI

 Autor Palmarino Adílson Silva lança obra pelo Clube de Autores... Compre o livro AQUI.

Hoje é Dia Mundial da Hemofilia


sexta-feira, 13 de abril de 2018

Autor Palmarino Adílson Silva lança obra pelo Clube de Autores


A arte, particularmente a poesia, tem a capacidade de encantar a alma humana pela beleza e sensibilidade que faz aflorar. Geralmente associada ao amor do tipo eros, a poesia nem sempre desperta a atenção de todos que buscam refletir acerca de outras temáticas, como a da fé cristã.

A fim de apresentar algo novo que una arte com espiritualidade e reflexão à luz da Santa Palavra, ofereço aos irmãos e amigos uma singela obra que nos ajuda a refletir sobre temas importantes da caminhada cristã, que atravessa uma estrada crucial para a segurança da Fé genuína em Cristo: a estrada Pós-modernidade. Estrada cujas curvas sinuosas e perigosas exigem uma reflexão sempre à luz da Palavra de Deus. 

Poesia, fé e reflexão estão presentes nos versos aos quais convido o leitor a apreciar, ao passo em que espero contribuir para o despertar de uma consciência cada vez mais viva e comprometida com o Evangelho. 

Adílson Silva  

Compre aqui o livro



Biografia:

Adilson Silva - 42 anos
Palmarino - filho de União 
Nascido como ribeirinha
Na antiga rua do Juazeiro
Filho de Sr' Luiz Roberto / D. Quitéria Cicera 
Profissão: Desenhista / Teólogo e Poeta - Escritor
Hoje mora em Uberlândia MG.
Desde 2003 
Pai de 03 filhos
Jhonatan, Edna e Katia
Casado com a Sr'. Maria Cicera
Hoje uma das filhas é cantora gospel com carreira musical em todo Brasil.

Cantora: Edna Souza também Palmarina! 👏🏻

quarta-feira, 11 de abril de 2018

Alunos da rede municipal visitam Campus V da Uneal e pontos turísticos de União dos Palmares



Na tarde desta quarta-feira, 11, um grupo de estudantes do ensino fundamental II da Escola Municipal Dr. Antonio Gomes de Barros visitaram pontos turísticos e arquitetônicos de União dos Palmares. 

Orientados por Cleiton Santana, informante local de turismo, os alunos do 9° ano tiveram a oportunidade de conhecer o recém-inaugurado prédio do Campus Zumbi dos Palmares da Universidade Estadual de Alagoas (Uneal), as margens da BR 104. O campus V da UNEAL foi inaugurado no dia 03 de abril numa cerimônia que contou com a participação do governador Renan Filho, do Reitor da UNEAL Jairo Campos, do prefeito Areski Freitas (Kil), funcionários, alunos e palmarinos orgulhosos pelo patrimônio. 

Durante a visita os alunos foram recepcionados pelo ex-reitor Jairo Campos que mostrou todos os espaços do prédio e falou sobre o mundo acadêmico. Para o reitor, o espaço Memorial Artesã Irinéia Nunes é um dos mais especiais do prédio, pois é “onde estão peças e a biografia da artesã do Muquém que tem destaque nacional e internacional”, além de obras de outros artistas locais.

Segundo o professor José Marcelo “o objetivo da saída de campo é ampliar a visão dos alunos para o cotidiano do próprio município. Como moradores do Distrito de Rocha Cavalcante e dos sítios vizinhos muitos deles não teriam oportunidade de visitar esses ambientes". 

A exemplo do Povoado Quilombola Muquém, onde visitaram o local conhecendo sua história. Ao tempo que tiveram a oportunidade de conversar e tirar fotos com Dona Irinéia, 71 anos e seu marido Antônio Nunes, 77 anos. 

Foram visitados ainda a Escola Estadual Rocha Cavalcanti, antigas residências na Rua Correia de Oliveira, o museu Maria Mariá, a Casa Jorge de Lima. A cada parada um pouco da historia do local ia sendo contada. 

A aula de campo foi um sucesso e era visível nos sorrisos e agradecimentos dos alunos. Muitos ainda sugeriram outros locais para serem visitados em aulas futuras sobre os espaços geográficos da Terra da Zumbi. 

Que venham outros "estudos de localidades"!!!



 
 Cleiton Santana com os alunos no Povoado Muquém.