Pages

quarta-feira, 31 de maio de 2017

Documentário e exposição reúnem peças de arte da comunidade quilombola Muquém

Mais de 100 peças confeccionadas por artesãos da comunidade ficarão abertas para visitação e compra até o início de julho
Uma exposição com diversas peças feitas de barro provenientes da comunidade quilombola Muquém, situada no município de União dos Palmares/AL, estará aberta aos alagoanos e turistas que visitam o Estado a partir de 6 de junho, no Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional de Alagoas (Iphan), que fica localizado no Jaraguá. Mais de 100 peças confeccionadas por artesãos da comunidade ficarão abertas para visitação e compra até o início de julho.

Potes, vasos, travessas, panelas, luminárias, objetos decorativos, cabeças de barro, todos estes itens compõem o acervo de arte produzido pelos artesãos e que estará disponível no Iphan. O barro é matéria-prima das peças que hoje são revendidas para apreciadores da arte de todo o Brasil. As cabeças de dona Irineia, por exemplo, são amplamente utilizadas em resorts de luxo, novelas e museus espalhados pelo país.

O evento é uma organização de alunos do mestrado em Sociedade, Tecnologias e Políticas Públicas da Universidade Tiradentes (Unit/AL) e terá início com o lançamento de um documentário de cerca de 20 minutos que conta um pouco da história da comunidade, dos artesãos e da arte produzida, tudo isso pelas palavras dos próprios quilombolas, além da enchente que atingiu o local em 2010. “Este filme é emocionante por trazer trechos e depoimentos dos artesãos na linguagem típica da região, portanto valoriza a cultura quilombola e permite que as pessoas conheçam a cultura e a força do nordestino em cada detalhe”, explicou o estudante Alexandre Vasconcelos, concluinte do mestrado. 

O filme será lançado às 19:30h, com exibição única no dia 6 de junho, e apenas 60 pessoas poderão assisti-lo devido ao tamanho do auditório.

Os artesãos retratados no documentário são dona Irineia e o esposo, seu Antônio, além de dona Marinalva e dona Julieta. A exposição também terá peças do seu Edson e o acesso é gratuito. A comunidade Muquém fica localizada em União dos Palmares, zona da mata alagoana, e foi certificada pela Fundação Palmares em 2005. 

No local, residem 140 famílias e atualmente os artesãos revendem suas peças no Galpão de Artesanato União dos Palmares ou na própria residência, onde os turistas chegam para compra imediata ou encomenda de peças para envio posterior.

Serviço: Lançamento de documentário e exposição quilombola
Onde: IPHAN (Jaraguá)
Quando: 06 de junho a 02 de julho

terça-feira, 30 de maio de 2017

Interiorização de indústrias e empresas garante emprego

Interiorizar e crescer. Com estas premissas, o Governo do Estado tem estimulado, cada vez mais, a presença de indústrias e empresas no interior de Alagoas. Um bom exemplo é a multinacional Pepsico, fábrica de laticínio, que tem uma filial instalada em União dos Palmares, na Zona da Mata alagoana, e emprega 160 pessoas.

Em abril deste ano, a fábrica recebeu a renovação do incentivo previsto no Programa de Desenvolvimento Integrado do Governo de Alagoas (Prodesin).

Com a desoneração mais competitiva do Nordeste, o Prodesin tem garantido a manutenção de indústrias em todo o Estado, ao reduzir em 92% o pagamento do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) na saída dos produtos industrializados, além de conceder o diferimento do ICMS sobre os bens destinados ao ativo fixo, sobre a matéria-prima utilizada na fabricação de produtos e na aquisição interna de energia elétrica e gás natural.

Nessa perspectiva, a permanência das indústrias em Alagoas impacta diretamente a vida da população, garantindo emprego e renda para centenas de alagoanos. É o caso de Hélio da Silva, atual técnico em Segurança do Trabalho na indústria Pepsico, que iniciou suas atividades na empresa ainda como servente de pedreiro.

Filho de agricultores e residente em União do Palmares, Hélio viu suas expectativas profissionais evoluírem como consequência do avanço da empresa no mercado. “À medida que a empresa cresce, as pessoas que a constróem também ganham novas oportunidades, além de aumentar o quadro de funcionários e gerar emprego e renda. Esse foi meu primeiro trabalho e eu comecei como servente de pedreiro. Hoje, sou contratado como técnico em Segurança do Trabalho e daqui tiro o meu sustento, dou uma educação de qualidade para minha filha e continuo estudando, para que meu futuro seja ainda melhor”, conta Hélio Silva.

Além das empresas que já atuam no mercado alagoano, a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sedetur) realiza um trabalho de prospecção de novas indústrias e empreendimentos, garantindo segurança jurídica e celeridade aos processos, o que vem tornando o Estado o melhor lugar para se investir no Nordeste. Em 2017, 10 indústrias incentivadas pelo Prodesin deverão ser inauguradas ou ampliadas.

“O trabalho do Governo do Estado tem um caráter tanto econômico quanto social, modificando a vida de centenas de alagoanos, por meio da oportunidade de emprego pela atração de novas indústrias e, mais que isso, fortalecendo aquelas que já estão instaladas no Estado”, ressaltou o secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo, Helder Lima.

Pepsico
Além da unidade fabril na Zona da Mata, a Pepsico possui duas filiais atacadistas dentro de Alagoas, que também abastecem clientes nos mais diversos Estados brasileiros.

O Centro de Distribuição de Alagoas é, por exemplo, responsável por boa parte da estratégia de atendimento da empresa à Região Nordeste e serve como um “hub” para a distribuição dos produtos das linhas Toddy, Toddynho, Quaker, Kero Coco e outros produtos do portfólio da multinacional.

por Agência Alagoas

segunda-feira, 29 de maio de 2017

É hoje: I Encontro Regional do Grupo de Estudos Territoriais – GETERRI em União dos Palmares


Sobre o Evento 

Esse I Encontro Regional do Grupo de Estudos Territoriais – GETERRI pretende inaugurar um espaço de diálogo pesquisadores e estudantes. O evento busca compreender, sobretudo, a dinâmica do NordesteNesta edição do encontro homenagearemos o professor Milton Santos que foi, indiscutivelmente, um dos maiores geógrafos que o Brasil e o mundo já conheceram. Seus estudos sobre a urbanização nos países periféricos, o território brasileiro e as questões teórico-metodológicas da geografia são hoje amplamente reconhecidos, inclusive por outras áreas do saber

Acreditamos nas contribuições do professor Milton Santos na tarefa de pensar o território brasileiro. E, cremos também na importância de abrir um diálogo com os pesquisadores que compartilham das mesmas preocupações. Daí a proposta do I Encontro Regional do Grupo de Estudos Territoriais a ser realizado entre os dias 29 de maio e 01 de junho de 2017 no Campus Universitário Zumbi dos Palmares - CAMUZP da Universidade Estadual de Alagoas - Uneal, em União dos Palmares –AL. 

O tema será: "A Atualidade do Pensamento de Milton". O evento será constituído de espaços de debate, através de mesas redondas e conferências, espaços de diálogos, a partir da socialização de trabalhos e experiências, de formação, através de minicursos e oficinas. 

Mais informações da programação, Palestrantes, Certificados, Contatos. AQUI

domingo, 28 de maio de 2017

Reconhecer e valorizar os professores: uma lição que precisa ser feita

Há muita coisa boa acontecendo nas salas de aula por iniciativa de professores profissionais e criativos, que encaram as adversidades e colocam o aprendizado dos alunos acima de tudo 

Das certezas que temos acerca da Educação no nosso país, algumas são angustiantes. Sabemos, por exemplo, que a qualidade do nosso ensino básico é péssima e que reverter esse quadro é um trabalho hercúleo: é preciso agir em várias frentes, com firmeza e eficiência, e dar continuidade a essas ações.

Ao mesmo tempo, quando olhamos na granularidade, enxergamos experiências pontuais em sala de aula que nos enchem de esperança a despeito de todas as dificuldades. Há muita coisa boa acontecendo por iniciativa de professores profissionais, comprometidos e criativos, que encaram as adversidades e colocam a sua missão de ensinar e o aprendizado de suas crianças acima de tudo.

No Brasil inteiro, esses professores criam soluções que aprimoram o processo de ensino e incutem nos estudantes o gosto genuíno pelo aprender. Mapear, disseminar e reconhecer esses trabalhos é fundamental. Valorizar a carreira docente e estimular o reconhecimento desses profissionais  pela sociedade é o primeiro passo para içarmos a nossa Educação do fundo do poço onde estagnou. A boa notícia: isso está acontecendo.

Nesta terça, tive a honra de participar do lançamento do 10o Prêmio Professores do Brasil, iniciativa do Ministério da Educação com outras instituições que busca cavar e promover experiências do tipo. Estive ali representando o Instituto Península (IP), braço social da minha família, que passou a compor o time de parceiros do projeto. Nessa estreia, além de apoiarmos o prêmio como um todo por entender que o reconhecimento é indispensável na valorização docente, introduzimos a temática Esporte como estratégia de aprendizagem, que premiará professores de Educação Física que usam o Esporte como alavanca para o desenvolvimento integral dos  alunos.

A Educação Esportiva é uma das causas que o IP apoia. Acreditamos que a prática de atividades físicas nas escolas é multiplamente benéfica: melhora o desempenho cognitivo e promove o desenvolvimento social, emocional, a saúde e a qualidade de vida dos alunos – tanto hoje e como no futuro.

Sei bem que reconhecer o trabalho de professores e investir na formação e na valorização da docência  não é suficiente para darmos o salto de qualidade no ensino que nosso país tanto precisa para avançar. Como se diz, não há bala de prata.

Mas tenho a convicção de que, entre as muitas ações necessárias para mudar o rumo da nossa Educação, essa é de vital importância. Pois nada, nada é tão crucial para o desenvolvimento de uma criança do que um bom professor!

Fonte: Estadão

sábado, 27 de maio de 2017

"Tenho 14 anos e sou um cidadão" Por Renato Rocha



Sim! Eu me considero um cidadão porque sou uma pessoa normal como todos. Não só por que eu tenho 14 anos que eu não seja um cidadão. É o que eu acho. 

Ser cidadão, para mim, é uma pessoa ou uma comunidade que luta por seus direitos, como uma cidade limpa, postos de saúde, escolas para nós adolescentes, transportes escolares, garis nas ruas e comércio funcionando.

Sou quase um cidadão. Não sou um cidadão ainda, porque não posso votar. Mas daqui a dois anos, quando eu estiver com dezesseis anos, aí posso me considerar um cidadão completo para ter meus direitos. 

Cidadania para mim, também acho que seja para analisar o prefeito e vereadores na cidade. Afinal, se não fôssemos nós sociedade, os prefeitos e vereadores não estariam no cargo da prefeitura e nem na presidência do País.

É isso que eu acho que deve ser um cidadão do meu tempo.

Renato José Rocha, aluno 8º ano "B" da Escola Municipal Dr. Antonio Gomes de Barros.

sexta-feira, 26 de maio de 2017

Comissão eleitoral divulga deferimento das inscrições das entidades da sociedade civil que poderão fazer parte do CONSEMMA

A Comissão Eleitoral do Conselho Municipal de Meio Ambiente do Município de União dos Palmares (CONSEMMA), no uso de suas atribuições torna público o Deferimento das Inscrições das Entidades da Sociedade Civil, realizadas no período de 19 a 23/05/2017 e analisadas no dia 24/05/2017, em consonância com o Anexo I do presente Edital. 

Após a referida análise, todas as inscrições foram consideradas deferidas e sem ressalvas. Estando as inscrições plenamente deferidas para compor o Conselho com mandato para o Biênio 2017/2018.

A Assembleia Pública, promovida pela Prefeitura de União dos Palmares por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente com o apoio da Sala Verde Serrana dos Quilombos, ocorrerá nesta sexta-feira (26/05), das 09h às 12h, no Auditório do Centro Administrativo Dr. Antônio Gomes de Barros (1º Andar) – Centro, União dos Palmares. 

O evento objetiva escolher as 7 (sete) entidades da sociedade civil que irão compor o segmento Sociedade Civil do CONSEMMA, com seus respectivos representantes (titulares e suplentes).

Confira a relação das entidades inscritas deferidas para compor o CONSEMMA 2017/2018:  

Fonte: SECOM | Secretaria Municipal de Comunicação

quinta-feira, 25 de maio de 2017

MPE instaura inquérito para disciplinar festejos em União e Santana do Mundaú

Foto: www.jmarcelofotos.com

 
O Ministério Público do Estado de Alagoas (MPE) instaurou um inquérito civil público para editar regras que disciplinem a realização de festas nos municípios de União dos Palmares e Santana do Mundaú. A portaria foi publicada na edição desta quinta-feira (25) do Diário Oficial do Estado (DOE).

O procedimento foi instaurado após a 1ª Promotoria de Justiça de União dos Palmares receber uma representação formulada pelo 2º Batalhão da Polícia Militar solicitando apoio para regulamentação e disciplina de eventos realizados nos dois municípios.

Uma das principais queixas da PM se referia ao baixo efetivo do batalhão para realizar a segurança em eventos e que por conta da proximidade dos festejos juninos, havia a necessidade de se disciplinar tais eventos.

O inquérito instaurado pela Promotoria de Justiça irá, com base na resolução 23/2007 editar regras para realizar as festas nas duas cidades, além de designar reunião com a Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros.

Fonte: Cada Minuto

"Antigamente tudo era diferente aqui em Rocha Cavalcante" Por Dijaiane Bernardo


Antigamente tudo era diferente. Muitas pessoas não estudavam porque trabalhavam nas roças, outras moravam longe da escola e não tinham transportes para se deslocarem, já que as carroças era o principal veiculo para carregar alimentos. 

Naquela época as coisas eram diferentes e muitos produtos eram feitos artesanalmente com o barro e madeira, não tinha celular e nem computador para falar ou mandar mensagens para parentes e amigos, a comunicação era feita por cartas enviadas pelo correio.

O Distrito de Rocha Cavalcante recebeu dois nomes antes do oficial. O primeiro foi Pedra Lascada e posteriormente Barra do Canhoto por causa do Rio Canhoto que passa à esquerda do distrito.

O nome Rocha Cavalcante foi uma homenagem ao dono da Fazenda Guanabara, por ser um dos empresários mais importante do Nordeste e um homem de muita reputação aqui no município de União dos Palmares. 

Mas com o passar dos anos o Rio Canhoto viu sua mata ciliar ser totalmente destruída e continua sofrendo com a retirada de areia. Anos atrás o rio transbordou e destruiu a maior parte das casas. Um desastre! Muitas famílias ficaram sem suas residências, móveis desceram rio abaixo numa cena horrível durante a enchente. Graças a DEUS não houve vítimas fatais.

Após a enchente as coisas começaram a mudar a partir das construções das novas moradias, um novo conjunto foi construído e ficou lindo. Nossa enorme escola está localizada nesse conjunto, o José Carrilho Pedrosa. Vejo melhoria no ensino com os professores incentivando o aluno em suas respectivas matérias. Com isso a educação está melhor a cada dia. 

Outro serviço que funciona aqui é a coleta do lixo que passa três vezes por semana diminuindo a sujeira nas ruas.

Temos tranquilidade aqui na barra. Só que às vezes vem uma onda de assaltos que aterroriza a população. No entanto, nos últimos meses o policiamento tem contribuído e os roubos vêm diminuindo.  

Um problema sério aqui é a falta de oportunidade para trabalhar. Algumas pessoas viajam para outros estados em busca de emprego para recomeçarem nova vida com suas famílias deixando saudades para os parentes.

terça-feira, 23 de maio de 2017

Copa Alagoana de Motocross será realizada em União dos Palmares nos dias 27\28

Saiu o cronograma dos treinos, warm up e corridas da terceira etapa da Copa Alagoana de Motocross que será realizada na cidade de União dos Palmares nos dias 27\28 de Maio de 2017, corrida que terá a narração do CariraCross e direção do Sergio Flores (Perace).

ORGANIZAÇÃO
Celso Rosendo \ Marquinhos Cross

Fonte\ CariraCross

domingo, 21 de maio de 2017

Prefeitura e SEMMA divulgam edital para a eleição dos conselheiros de Meio Ambiente - BIÊNIO 2017/2018

Nesta sexta, 19 de maio, a Prefeitura de União dos Palmares por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SEMMA) torna público o Edital nº 1, de 19 de maio de 2017, que estabelece os procedimentos para o processo eleitoral dos membros das entidades que representarão o segmento Sociedade Civil do Conselho Municipal de Meio Ambiente do Município de União dos Palmares (CONSEMMA), criado em 10 de maio de 2001 pela Lei Municipal nº 963/2001, que foi revogada pela Lei Municipal nº 1.086/2007, de 18 de junho de 2007, que no próximo dia 18 de junho é motivo de celebração dos 10 (dez) anos de sua promulgação, a qual legitimou a criação do referido Conselho.

O Prefeito de União dos Palmares, o Senhor Areski Damara de Omena Freitas Junior, e o Secretário Municipal de Meio Ambiente, o Senhor Afrânio de Mendonça Alves Junior, já mobilizaram o Poder Público Municipal para a escolha de seus representantes no CONSEMMA. Agora, a Comissão Eleitoral - criada pelo representante do Poder Executivo Municipal por meio da Portaria nº 419/2017, de 18 de maio de 2017- está organizando e executando o processo eleitoral dos representantes da Sociedade Civil.

As instituições interessadas em representar a Sociedade Civil Organizada no CONSEMA, poderão inscrever apenas um candidato a membro titular, com indicação de seu respectivo suplente, no período de 19 a 23 de maio, das 7h30 às 3h30, na Secretaria Municipal de Meio Ambiente, situada na Rua Roberto Alfredo do Vale, nº 231 (1º andar), no Bairro Roberto Correia de Araújo, por trás do Sucatão.

Acesse o Edital completo:

Saiba mais sobre o que é um Conselho Municipal de Meio Ambiente:

Fonte: SECOM | Secretaria Municipal de Comunicação

sábado, 20 de maio de 2017