Pages

terça-feira, 26 de abril de 2016

Bastidores: Oposição poderá se unir para a disputa em União dos Palmares Por Ventura

Comenta-se nos bastidores da política, que poderá ocorrer uma possível união das forças oposicionistas para a disputa das eleições majoritárias em União dos Palmares, isso, caso nenhum dos possíveis candidatos reúna força suficiente para disputar em igualdade de condições com o atual prefeito e candidato a reeleição Eduardo Pedrosa.
 
Muitos poderão dizer: “isso jamais acontecerá!” Não estou afirmando e em nenhum momento afirmei que essa união vai acontecer, estou no campo das probabilidades, mas, aonde há a fumaça há fogo. Por isso, não custa nada Eduardo Pedrosa ficar atento e jogar com essa possibilidade. Na política muitas vezes você tem que apostar no imprevisível. Já diz o velho ditado: “em política só não vi boi voar”.

É público e notório a incompatibilidade de gênios entre Manoel Gomes de Barros, Zé Alfredo e Areski Freitas. Os dois primeiros são pessoas que possuem forte temperamento. Zé Alfredo homem de difícil diálogo, arrogante e radical, e essa postura tem atrapalhado sua caminhada rumo a prefeitura palmarina. Manoel Gomes todos já conhece; tem o estilo bateu levou, pulso firme – o que certamente agrada a boa parte do eleitorado -, ele ainda faz politica ao velho estilo faroeste americano, ou seja, com ele, se ajoelhou tem que rezar.

Fica difícil imaginar a união dessas lideranças políticas por causa da incompatibilidade de gênios, interesse, egoísmo, vaidade pessoal e prepotência, tudo isso certamente deverá atrapalhar um possível acordo.

Ao contrário dos dois acima, Kil Freitas, tem a fama de bom moço, daquele que está aberto ao diálogo, pacato, inteligente, aprendeu a fazer política muito rapidamente. É um estrategista, e isso ninguém pode negar. Caso seja candidato é um páreo duro, caso não seja e passe a apoiar outro nome, sem dúvida, ele poderá ser de fundamental importância nessa eleição.

Por outro lado, Eduardo Pedrosa com a máquina na mão tem que saber usá-la em benefício da população – o que tem feito – e de seu grupo político, o que tem ocorrido de forma acanhada.

Sem querer ser mal interpretado, analiso a política com critérios, sem paixão e sem o coração, mas com a razão, ou se muda algumas práticas e atitudes ou o grupo situacionista terá grande dor de cabeça e enfrentará sérios problemas nessas eleições.

Na hipótese de sair três ou mais candidatos, evidentemente que o detentor do mandato levará nítida vantagem, basta ter astúcia e vivacidade para administrar as alianças e os acordos.

Por outro lado, se a eleição ficar polarizada, a eleição tornar-se-á bastante perigosa as pretensões do atual mandatário palmarino. Mas tudo isso depende da administração e, principalmente, da articulação politica do prefeito Eduardo Pedrosa.

Mesmo com  todas essas possibilidades de junção das oposições ou de uma eleição polarizada, Eduardo Pedrosa tem tudo para encaixar um segundo mandato. Para isso, basta ouvir os experientes na arte de fazer política e não meia dúzia de picaretas, que só pensam em benefício próprio. Prestigiar lideranças que ainda não foram prestigiadas, divulgar as ações do governo, – essa divulgação tem deixado muito a desejar -, e principalmente usar cargos que estão ou estariam vagos para acomodar algumas lideranças politicas que estão insatisfeitas.

Hoje conversei com diversas dessas lideranças, e eles foram unânimes em afirmar que estão a espera de espaço dentro da administração para mostrar seu trabalho e ajudar o prefeito em sua batalha rumo a reeleição, o que até agora não ocorreu.

Sejamos práticos e diretos. Há no governo municipal determinados secretários que nada somam em termos políticos e técnico, são a meu ver, secretarias que poderiam estar nas mãos de pessoas que realmente estejam habilitadas a fazer um bom trabalho, e acima de tudo, transformar esse trabalho em votos para si e, principalmente, para o prefeito. E, no entanto, esses atuais secretários nada somam em termos de votação para o atual gestor. Isso é fato, é público e notório.

Política não se faz com amizades ou apadrinhamento, política se faz prestigiando as bases, se faz com votos, porque o combustível da politica é o voto.

Alguns políticos reclamam de ter perdido uma eleição com a máquina na mão, mas esse é um dos principais motivos do insucesso deles, ou seja, não faz o dever de casa, não prestigia quem deveria prestigiar, não escuta as lideranças, os experientes, não valorizam quem realmente tem capacidade e votos.

Portanto, se houver uma possível junção das oposições em torno de um nome, as eleições em União dos Palmares serão decididas nos detalhes, aquele que for ousado, aglutinar forças e souber jogar melhor. Em política, esses e outros detalhes fazem a diferença.

É claro e evidente que aquele que tem o poder nas mãos leva uma ligeira vantagem em relação aos demais candidatos. Tudo vai depender exclusivamente de como será a articulação política do atual prefeito. “A caneta” do gestor é quem dará o tom da política, é quem vai dizer como a banda deve tocar!

Fonte: Pagina181.com.br

Adeus vó Carminha...

Inevitável é a dor que estou sentindo agora, talvez até mais inevitável que uma morte eminente. 

Hoje você partiu fazendo 81 anos e fechando um ciclo de muita batalha. Você me ensinou lições preciosas e delas não me esquecerei. 

Palavras não tenho para expressar tamanha tristeza, menos ainda para dizer o quanto te amo... 

Adeus vó Carminha...


Amanda Sena

Dona Carminha Alves e o Padre Emílio April

Dia 25 a avó de Amanda Sena, dona Carminha Alves completou 79 anos. Em homenagem, ela preparou para a matriarca da família um quadro com foto da sua filha e da sua mãe. "Fizemos essa foto simbolizando as quatro gerações de nossa família", disse Amanda. 

Recentemente em postagens no blog coloquei fotos antigas da Escola Municipal Mário Gomes de Barros, Amanda aparece em uma com seus colegas de classe (veja aqui). Em breve postarei mais fotos da Amanda.

Postagem do blog dia 29 de abril de 2014

segunda-feira, 25 de abril de 2016

Semed inicia entregas de novas carteiras e cadeiras nas escolas de União dos Palmares

 
A Secretaria Municipal de Educação deu início nessa segunda-feira (25), as entregas de novas bancas e cadeiras nas escolas da rede municipal. 

A SEMED recebeu na última semana a remessa de mais de três mil unidades, a chegada do material foi acompanhada pessoalmente pelo Secretário de Educação, Bruno Praxedes, e a previsão é da chegada de uma quantidade maior nos próximos meses, atingindo o total de 7.5000. 

A estimativa é de que as escolas, tanto urbanas quanto rurais, devam ser atendidas com as novas carteiras e cadeiras durante o decorrer da semana. 

Bruno Praxedes estará acompanhando de perto a entrega em todas escolas do município.

domingo, 24 de abril de 2016

Vende-se


Por menos pessoas cegas e alienadas em União dos Palmares!


Entre uma aleluia e um glória, comprem meus discos!

Na noite de ontem (23/04), tivemos o desprazer de receber em nossa cidade a visita de Marco Feliciano, destinado a realizar um culto para inaugurar a nova sede de uma igreja evangélica. Apesar de estarmos cientes de que muitos simpatizantes iriam comparecer, foi espantoso ver centenas de pessoas aplaudindo e repetindo as palavras “santas” como se estivessem diante de um rei a quem deveria obedecer e referenciar.

Mais de três horas professando um discurso alienador de que Deus resolverá os seus problemas, enquanto você deve ficar em casa lendo a bíblia ou orando. Está com problemas financeiros? Não se preocupe, “levante suas mãos e amanhã encontrarás petróleo no quintal da sua casa”. Foi para ouvi-lo que pessoas, elegantemente vestidas, suportaram o calor e o cansaço, já que não tinham cadeiras suficientes para acomodar a todos, nem, tão pouco, ar condicionados que funcionassem. 

Não bastasse isso, ainda transformou a igreja em um verdadeiro comércio e entre uma aleluia e um glória, comprem meus discos! Esse pastor/deputado, bem como todos leitores assíduos da bíblia, deveria saber que não se pode fazer da igreja ponto comercial, de que os cultos, as missas, os toques são realizados com a finalidade de fortalecer a espiritualidade e a fé em Deus.

Entretanto, o que vemos é a transformação da igreja evangélica em um verdadeiro negócio lucrativo e fiéis se permitindo ser enganados. 

Além disso, o pastor/deputado não perdeu a chance de falar sobre a atual conjuntura política com o propósito de fortalecer ainda mais a posição pró-impeachment defendida por boa parte dos evangélicos presentes. Com um discurso de que a corrupção de fato acabará quando um evangélico assumir a presidência. 

Preocupante a quantidade de pessoas que ainda tapam os ouvidos para as atrocidades ditas por Marco Feliciano, que em suas colocações deu provas suficientes de sua intolerância, conservadorismo, racismo e homofobia. Pior do que ver ouvintes atenciosos, é ter a certeza de que estes se transformarão em multiplicadores e defensores das ideias desse homem como se fossem as mais corretas do mundo.

Por menos pessoas cegas e alienadas em União dos Palmares!
Rosimeire Bernardo da Silva, militante da PJMP.
Fotos retiradas do WhatsApp 

sábado, 23 de abril de 2016

Amigos também são clientes? Por Helder Leandro

Todo mundo que inicia um negócio próprio, seja ele grande ou pequeno, uma das primeiras ações é vender o produto/serviço para os amigos e familiares, é pedir àquela força para os conhecidos enquanto elaboramos ações que possam aumentar o público consumidor da empresa, e assim aumentar também o Market share da empresa. 

Com a empresa aberta, alguns destes novos clientes conseguimos alcança-lo de forma mais profunda e até viram amigos e, consequentement
e, mais um consumidor fiel que irá contribuir voluntariamente em defesa e propulsão da marca. 

Muitas empresas acabam perdendo este tipo de cliente por falta de habilidades de lhe dar com ele. Pelo fato de negligenciar certas ações de atendimento e esquecer que o amigo também é um cliente, e um cliente especial. 

O amigo que lhe quer bem, ele aponta seus erros, discute, lhe ajuda, contribui para o seu melhoramento pessoal. Da mesma forma, o cliente fiel a sua empresa, irá reclamar quando algo sair errado, será tolerante com algumas falhas, irá lhe falar sobre algum aspecto que pode melhorar, ele ajuda a sua empresa a melhorar sem parar de consumir, e quando alguma sugestão dele for implantada, ele mesmo irá sair por ai divulgando sua empresa.

Por outro lado, se a empresa não consegue atender as expectativas do cliente, é natural que o mesmo procure um outro lugar que o satisfaça. Não esqueça de que o amigo também é cliente, e como cliente ele merece o melhor serviço da sua empresa, merece atenção, respeito e tudo que todos os clientes merecem. A proximidade com sua empresa, faz este cliente merecer um atendimento pessoal, especial e muito melhor do que o de rotina, pois ele é um colaborador da sua marca. 

No entanto, não se pode perder o foco com o cliente, não se pode deixar de vê-lo como cliente e aplicar as melhores técnicas e processo de atendimento e vendas. Não se deve esquecer de que o amigo quer um bom atendimento, quer qualidade, preço justo, desconto, promoção, brinde, que exclusividade, quer agilidade, rapidez, facilidade em pagamento, e tudo que sua empresa possa oferecer para a comodidade dele. Ou seja, seu amigo é um cliente bastante exigente.

O amigo é cliente. O cliente pode virar seu amigo. E a empresa tem que saber lhe dar com os dois, sem negligenciar fatores de atendimento que colaborem para o alto consumo e aumento das vendas. As relações pessoais acabam interferindo de forma positiva ou negativa na permanência destes clientes. Pois já vi empresas perder grupo de clientes, pelo fato de ter um problema pessoal com uma das pessoas do grupo, que acabou não resolvendo, estragou a relação e o grupo se afastou e deixou de frequentar a empresa. 

E com isso, além da perda, algumas pessoas do grupo começaram a propagar uma imagem negativa da empresa por onde passavam. Quando isto acontece, é muito difícil recuperar este tipo de cliente e, ainda mais difícil, encontrar um novo cliente deste padrão. Afinal, não se encontra os especiais a toda hora disponíveis no mercado.

Preserve suas amizades, cuide dos amigos da sua empresa. Mas acima de tudo, trate e cuide bem dos seus clientes, para que exista a possibilidade de virarem seus amigos e ajudarem na propagação da sua marca. Seja amigo do seu cliente, tanto de forma pessoal quanto profissional, pois eles merecem atendimento em alto padrão na sua empresa.

sexta-feira, 22 de abril de 2016

SEMED recebe mais de 3000 carteiras para as escola da rede municipal


A Secretaria Municipal de Educação recebeu na manhã dessa sexta-feira (22), a remessa de 3000 bancas para melhor acomodar os alunos das Escolas da Rede Municipal. 

Foram solicitadas mais de 7500 no total, que devem ser recebidas no decorrer dos próximos meses. O Secretário de Educação, Bruno Praxedes, acompanhou pessoalmente a entrega dessas carteiras.

A aquisição dos materiais escolares foi fruto de um convênio da Prefeitura de União dos Palmares com o Governo Federal através do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). Bruno frisou que as escolas tanto urbanas quanto da zona rurais serão atendidas ao longo da semana e que a SEMED já providenciou também novos equipamentos como ar-condicionado e ventiladores para fortalecer ainda mais a estrutura das escolas. “Estamos trabalhando sem descanso para ofertar cada vez mais conforto aos nossos alunos, é um compromisso da nossa gestão”, destaca o Secretário.

ASCOM SEMED
Diretor Geral: Dagoberto Manoel
Texto: Leonardo Bastos
Fotos: Maísa Pereira
Colaboração: Ana Lorena Paiva

terça-feira, 19 de abril de 2016

Alunos de escola municipal fazem passeio para conhecer melhor União dos Palmares

Nesta terça-feira, 19, os alunos dos 7 anos "B" e "C" da Escola Municipal Antonio Gomes de Barros em Rocha Cavalcante, distrito de União dos Palmares, fizeram um city tour por alguns pontos e ruas históricas do município. 

A cidade natal do Poeta Jorge de Lima comemora essa semana o aniversário do Príncipe dos Poetas. E para essa data festiva as secretarias de Educação e Cultura estão desenvolvendo atividades em sala de aulas e na casa onde nasceu o poeta. 

Entre as homenagens estão recitais de poesias, desenhos com obras da obras do autor e, principalmente, apresentação da biografia e o legado deixado para todas as gerações futuras. 

O guia de turismo Cleiton Santana da Silva contou como se deu o surgimento da cidade décadas depois do extermínio do Quilombo dos Palmares, na Serra da Barriga, e outros fatos históricos. Acompanhados do professor de Cultura Palmarina, José Marcelo, da coordenadora Sandra Vieira e do estagiário em guia de turismo Heleno Lindraz os alunos iam anotando e registrando com fotos as falas do guia e fazendo perguntas. 

Durante o passeio os alunos conheceram o Centro Antonio Gomes de Barros, prefeitura da cidade, o Mercado de Artesanato, o artesão Dinho Pinta Tudo e suas peças, a Escola Estadual Rocha Cavalcanti e em seguida Rua Correia de Oliveira onde puderam ver antigas residências e sua arquitetura diferente das casas e prédios atuais. 

A rua também abriga os museus Maria Mariá e Jorge de Lima. E foi nas antigas moradas dos ilustres palmarinos que os estudantes e professores finalizaram a belíssima aula de campo que enriqueceu todos os envolvidos. 

No final da viagem/aula de campo era notório a felicidade e encantamento dos 45 alunos participantes que se mostraram desejosos demais para outros momentos como esse.


E teremos!!!
 

segunda-feira, 18 de abril de 2016

Formatura... Quem são?

 
  Fotos enviadas por Adney Angelo.
 
 Amigos/leitores vocês podem colaborar com o conteúdo do Blog JMarcelo Fotos enviando, fotos antigas da família, fotos de escolas, da cidade ou da nossa sociedade (pode ser suas fotos ou você pode indica um amigo a mandar as fotos), basta enviar para o e-mails  jmarcelop_7@hotmail.com ou jmarcelop7@gamil.com

sábado, 16 de abril de 2016

Trânsito e semáforo de União dos Palmares precisam ser respeitado

A cidade União dos Palmares, na zona na mata alagoana, é um dos municípios mais importantes do Estado de Alagoas e do Brasil, pois aqui nasceu o primeiro e mais importante Quilombo dos Palmares, onde viveu mais de 20 mil escravizados que fugiam dos maus tratos das fazendas e engenhos da época.

A cidade, que viu crescer Jorge de Lima, Iremar Marinho, Maria Mariá, Sandro Beck, Povina Cavalcante e tantos outros notáveis, tem problemas dos grandes centros urbanos como: desemprego, violência, serviços precários na saúde e infra-estrutura.

Entre os pontos citados, um fica em evidência: a desorganização do trânsito desde a entrada da cidade, bem como as ruas de bairros periféricos. "Não entendo como inauguraram um semáforo onde o pedestre não tem vez". Disse ao blog Dona Mariana Bezerra, moradora do Sítio Pindoba, zona rural do município. 

O semáforo citado pela moradora da Pindoba fica na Praça Cristina Vergeti, conhecida como Praça da alimentação. Devido a deficiência do sinal para dar passagem aos pedestres, muitos se arriscam entre os carros ou atravessam a rua num trecho mais distante como é o caso da dona de estabelecimento perto do semáforo que se diz mais segura fazendo assim.

As duas vias de acesso e saída da cidade ficam lotadas de carros por todos os lados deixando o trânsito lento e perigoso. Além disso, vemos os apressados e distraídos ao celular envolvidos em acidentes e, como não bastasse, as faixas de pedestres estão apagadas facilitando o desrespeito dos condutores não parando para os pedestres.

"Chega a ser engraçado ver caminhões, ônibus, carros, motos, bicicletas, carroças e até animais soltos em pleno engarrafamento em dia de feira-livre", comentou a estudante Carla Ferreira. E continua "Falando em animais, até quando vamos vê-los caminhando soltos em plena BR nos trechos de União dos Palmares?". 
  

Para terminar o blog também faz uma pergunta: Porque é tão difícil para os motoqueiros e motoristas pararem no sinal (VERMELHO)?.

domingo, 10 de abril de 2016

Estudar para quê mesmo? - por: Professor Nazareno

O Brasil tem um dos piores sistemas de educação do mundo. As escolas públicas principalmente estão em “petição de miséria” já há muito tempo. Ao contrário do que se pensa a situação também não é nada animadora nas escolas particulares.

Nossas universidades estão entre as piores do planeta e praticamente não formam bons profissionais afinados com a demanda do mercado de trabalho. Nunca ganhamos um Prêmio Nobel ou um Oscar e nunca nos destacamos em nada quando o assunto é conhecimento ou educação de qualidade.

Nossas escolas têm apenas meio turno diário de aulas enquanto nos países civilizados há quase um século que se trabalha em escolas com turno integral. Porém, investir em educação de qualidade no nosso país pode não ser um bom negócio tendo em vista a mentalidade de atraso já incutida entre todos nós.

De fato, o maciço investimento em educação de qualidade e na consequente boa formação dos nossos alunos pode mudar radicalmente em médio prazo todos os conceitos da pré-histórica mentalidade da sociedade brasileira. Com intelectuais, cientistas e pessoas com conhecimento de mundo entrando anualmente “aos montes” no mercado de trabalho muitos conceitos arraigados em nossas atrasadas mentes mudariam significativamente.

Carnaval, por exemplo, não existiria. Pelo menos da maneira fanática, apolítica e irresponsável como é hoje. Dificilmente se veriam intelectuais, homens cultos e PHD’s vestidos de mulheres e se drogando no meio das ruas. A mídia mudaria o foco e passaria a divulgar conhecimentos e responsavelmente cuidaria da boa formação de todos os brasileiros. Diferente do que faz hoje quando só visa ao dinheiro.

Embora no Brasil o Estado seja laico, os conceitos religiosos também teriam profundas mudanças na nova sociedade. Como na Holanda, Japão, Suécia, Noruega e outras nações desenvolvidas, a maioria dos cidadãos não seria escravizada facilmente por falsos profetas e outros picaretas da religião em troca do vil metal.

Como vender terrenos no céu, indulgências e outras lorotas a pessoas cultas e com vasto conhecimento da realidade? Num país cujos cidadãos tivessem excelente leitura de mundo a tendência seria o desaparecimento total de todas as religiões e do proselitismo religioso. Além do mais, na hora de votar e escolher seus representantes, os novos eleitores seriam muito mais conscientes e criteriosos. Votar no PT, no Lula, em Mauro Nazif e em outras tranqueiras seria quase impossível com votantes mais esclarecidos.

O futebol seria visto apenas como mais um esporte e jamais como paixão avassaladora, tosca e alienante. Mas como muitos brasileiros comuns são acomodados e conservadores, essas mudanças por meio de uma educação continuada, inclusiva e de boa qualidade jamais seriam implantadas em nosso país.

Mudar para quê se está tudo caminhando “dentro da normalidade”? Ter uma religião, acreditar em Deus, se drogar no carnaval, votar a cada dois anos nos mesmos políticos ladrões, torcer por um time de futebol dentre outras sandices absurdas são coisas muito boas, por isso passar algumas dificuldades não é nada, já que a grande maioria necessitada da população deste país se sente feliz desse jeito.

Seguindo esta lógica maldita, não há sentido em estudar, adquirir conhecimentos, buscar leitura de mundo e se aperfeiçoar. O problema é que alguém pagará pelo erro alheio. Sem boa educação, caminha-se para esse caos onde já estamos.

*É Professor em Porto Velho.

Leia também

"Professores comprometidos deviam ser profissões proibidas por lei" Por Professor Nazareno