Pages

sexta-feira, 4 de dezembro de 2015

Que saudade da minha mãe Negra Poesia de autoria Ricardo Valerio

Minha mãe negra que saudade!!!! 
Do seu lindo sorriso branco 
Do seu cheiro incolor de Amor 
Que saudade!!! 
Tua voz me acalmava 
Tuas mãos me afagavam 
E teu olhar me iluminava 
Que saudade!!!
Em teus braços me protegia 
Em teu colo sumia toda agonia 
Em tua vida vivia minha alegria 
Que saudade!!! 
Há que saudade da minha Negra Mãe!!! 

(Em homenagem a consciência negra, e in Memorian de Josefa Maria dos Santos, minha Mãe negra)