Pages

domingo, 25 de dezembro de 2011

Programa Mesa Z Recebeu Atletas Palmarinos


União dos Palmares é conhecida em muitos países por ser o berço de Zumbi dos Palmares e de outros grandes nomes, como o poeta Jorge de Lima, a artesã Irinéia Nunes, o cantor Sandro Becker, o jogador de futevôlei Fábio Alves Soares, (Bello) que dão orgulho ao município. Futuramente, os nomes ligados as artes marciais farão parte desse time. Pois surge na cidade um forte movimento desses atletas.

E para conhecer melhor o mundo dos atletas que praticam Jiu-Jitsu e Kung Fu, a equipe do Programa Mesa Cidadania convidou os professores Alex Tenório, Lívia Tenório, Josias Nascimento e Jailma Nascimento e os alunos Jeferson Pit Bull, Nino e J.C.

O professor faixa preta Alex Tenório disse que começou malhando em academias. Depois percebeu que só malhar o corpo não era suficiente, para se sentir bem. Queria algo que trabalhasse o corpo e a mente, por esse motivo, passou a praticar o Jiu-Jitsu.

A equipe do professor Alex Tenório tem sido referência, não só em União, como também na região. Recentemente, sua equipe esteve em Maceió e conseguiram conquistar vários títulos, nas diversas categorias do evento. Por causa do deu prestígio como lutador, Alex conseguiu trazer pra União o primeiro evento de MMA.

Com nove anos de praticando o esporte e sete dando aulas, Alex Tenório tem na esposa, Lívia, o seu braço direito. Ela também é professora de Jiu-Jitsu, tem duas turmas de crianças e adolescentes. Formada em Letras pela UNEAL, Lívia disse que na academia eles recebem crianças a partir de 6 anos. Um dos motivos para os pais colocarem os filhos para treinar é a disciplina adquirida com o esporte.

Os alunos/atletas nos falaram sobre suas experiências como lutadores e o quanto isso mudaram suas vidas, seja pela disciplina na alimentação, do não uso de drogas, da autoconfiança e etc. Jeferson Pit Bull nos contou que não pôde lutar no MMA porque está com duas fraturas nas costelas. Há três anos no Jiu-Jitsu Nino, que é faixa roxa, falou que os lutadores aprendem a controlar o medo na hora da luta. Júlio César (J.C), que é formado em Geografia pela UNEAL, disse que é um curioso e vem há quatro anos treinando. Ele, também faixa roxa, disse ter orgulho em fazer parte da turma de Alex Tenório.

Josias Nascimento, mestre em Kung Fu, nos relatou sua experiência nas artes marciais. Ele, que já praticou algumas modalidades, fala com voz calma e confiante, que adquiriu em suas lutas, estudos e viagens.

Formado em Medicina Tradicional Chinesa, MDC, é terapeuta corporal, Josias Nascimento disse que quem pratica essa arte marcial encontra uma melhor qualidade de vida. Ele destaca os alunos de terceira idade, que chegam reclamando do cansaço, dores e doenças e, que ao passar do tempo, estão relatando suas conquistas pessoais.

A professora Jailma Nascimento é casada com Josias e ensina Tai Chi. Ela nos contou que deu uma pausa nas aulas, por conta da sua gravidez de sete meses. Os professores indicaram a ida ao médico, para as pessoas que queiram começar nas artes marciais, ou em qualquer esporte.

Neste sábado o professor Nivaldo Marinho e, o acadêmico em Direito, Dallas Diego participaram direto das ruas de União dos Palmares.

Outros assuntos foram abordados no estúdio da Rádio Zumbi FM, como: preconceitos por serem lutadores, homossexual treinando na academia, parcerias com o governo municipal, orelhas deformadas e próximos evento.


Click nas fotos para ver maior

Quem são??

Click para ver em tamanho maior